Skip to content

Carro é arte!

Por Chico Barbosa

Arte em latas velhas. Obra de John Salt, sem título

 

Em termo pessoais, o automóvel me interessa mais pelo seu aspecto cultural do que a máquina em si. Trata-se de um símbolo de consumo que definiu, em menor ou maior grau, a história das cidades, das pessoas, da vida no decorrer do século XX.

Me amarro na representação do carro nas artes visuais. Estando em primeiro plano ou como personagem de fundo, o automóvel tem invadido museus e mostras mundo afora, em telas, instalações, filmes, inteiros ou retalhados. Impossível não parar diante de um quadro, de uma escultura ou mesmo de uma espécie original posando de obra de arte e querer entender a cena.

Se o tema também aguça a sua curiosidade, sugiro visitar a bela mostra “50 anos de Realismo”, no Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo. Há muito o que ver ali, e não apenas o automóveis em tintas e traços. Mas, claro, me chamou a atenção as obras de fotorrealismo que trazem pinturas de velhos carrões ambientados em cenários degradantes, que, de tão reais, parecem ser uma legítima fotografia.

Aposte. Vai até 14 de janeiro de 2019.

Essas imagens estão pedindo para ganhar as páginas de um livro…O que você acha?

O charme da decadência No Parking, de John Salt

Blog